A Quinta
Casa - Entrada Principal
Foi construída no início do Séc.XX em pedra e cantarias, nela nasceu e viveu uma numerosa família, cujo sustento foi do que a terra dava, com o trabalho árduo de todos.

Dessa extensa actividade agrícola, ainda podemos ver os lagares do azeite e do vinho, algumas alfaias, talhas, mós, pias, pesos, a eira, o poço, etc.

Na eira, após as colheitas, fazia-se a debulha do trigo, com o trilho e por tracção animal. Malhava-se o milho e o feijão. E os estios de verão davam lugar às desfolhadas. Estas eram um acontecimento festivo que reunia a juventude das aldeias vizinhas em que se trabalhava brincando, dançando e cantando à desgarrada e premiando quem encontrasse o milho vermelho, também chamado milho-rei.

Esta memória de há 60/70 anos ainda se respira, fazendo-nos lembrar o modo de vida da maioria das famílias agrárias: os seus alicerces, os seus valores - dando-nos a conhecer um pouco mais da alma Portuguesa dessa época.
Web Access Symbol (for people with disabilities) Todos os direitos reservados.
Copyright © 2010